quarta-feira, 21 de junho de 2017

Depressão

Porque esta doença muitas vezes nos toca a nós ou a familiares e amigos, gostaria de vos deixar alguns conselhos que podem ajudar a ultrapassar esta fase difícil.

Primeiro há que tentar perceber se se trata de uma tristeza e desanimo passageiros ou se é algo mais duradouro que poderá fazer com que a pessoa deixe de ser funcional, não querendo fazer as suas atividades normais e perdendo todo interesse pela vida em geral. Há que consultar um médico para ter um diagnóstico e tratamento adequados à situação. Poderá incluir medicação e psicoterapia ou só psicoterapia. A medicação irá ajustar o desiquilíbrio químico mas por si só não chega, Há que perceber a raiz do problema e arranjar estratégias para lidar com aquilo que nos perturba.
Há que não ter vergonha de ter uma depressão. Quem a tem, não tem propriamente de anunciar a toda a gente mas tem de compreender que é uma doença, que embora não se veja fisicamente como tantas outras poderá ser tão ou mais debilitante do que muitas que são visíveis. É importante combater o preconceito e é fundamental que familiares e amigos aceitem e apoiem em vez de acharem que são "manias".
Dito isto, e analisada a parte médica, penso que há algumas coisas que podem ajudar a combater a depressão:

Tente olhar para dentro de si e perceber o que relamente a faz feliz. Não faça algo só para agradar aos outros, pense primeiro se isso é certo para si.

Rodei-se daqueles que a amam e a façam sentir bem. Tente ignorar as palavras de quem não compreende.

Encontre uma atividade de que goste e que lhe dê prazer. Pode ser algo que nunca experimentou! Chegou o momento de ter coragem para se inscrever naquela aula de dança. Não tem par? Não faz mal, vai conhecer muita gente.

Defina alguns objetivos a curto prazo, baby steps, nada de muito ambicioso. Não seja demasiado exigente consigo. Faça uma lista de coisas que gostaria de fazer num futuro próximo. Podem ser coisas muito simples.

Convide uma amiga para um fim de semana. Um programa de mulheres faz sempre bem, seja no spa, no campo, na praia ou cidade, é sempre divertido.

Mude de visual. Uma mudança poderá trazer-lhe outra confiança. Pode ser apenas um corte ou cor de cabelo diferente ou um new look completo. A roupa não é assim tão fútil, uma mudança de look pode trazer auto-estima.

E como dizia uma das personagens do filme animado Sing "Sabe qual é o lado bom de chegar ao fundo do poço? Só dá pra ir numa direção, que é pra cima!" 



Sem comentários:

Enviar um comentário